Main menu

Produção de Ópera num contexto Criativo Contemporâneo

Produção de Ópera num contexto Criativo Contemporâneo

  • Título: Produção de Ópera num contexto Criativo Contemporâneo
  • Acrónimo: POCC
  • Programa/Apoio: Projecto financiado no âmbito do Concurso Anual para Projetos de Investigação, Desenvolvimento, Inovação e Criação Artística (IDI&CA) do IPL – 2017
  • Responsável principal: Sílvia Mateus
  • Equipa: Sílvia Mateus (coordenadora)| Escola Superior de Música de Lisboa, Carlos Marecos | Escola Superior de Música de Lisboa, Sérgio Henriques | Escola Superior de Música de Lisboa
  • Estado: Em execução

 

Palavras-chave: Ópera, Encenação contemporânea, Ópera contemporânea, Ópera de repertório, Encenação, Voz, Composição, Libreto

Sumário

Este projecto visa a execução de duas produções de ópera, numa colaboração entre várias áreas de especialidade da Escola Superior de Música de Lisboa (ESML) como o canto, a composição e as áreas de instrumento e de música de câmara, sendo que a montagem de ambas as produções é permanentemente acompanhada de um trabalho de pesquisa e de reflexão sobre as várias fases processo criativo.

 

 

Propõem-se, assim, a realização de uma ópera de repertório, de W. A. Mozart e uma estreia absoluta de uma produção de ópera contemporânea. O projecto é, em si mesmo, um contributo para a criação artística no género e para a inovação, tanto ao nível da encenação como ao nível da composição contemporânea e ainda um laboratório de investigação que irá gerar e ampliar o conhecimento na área e propiciar a disseminação desse conhecimento através de conferências públicas, a meio e no final do processo, culminando com a apresentação dos resultados com as respectivas récitas.

Este projecto pretende também apoiar os jovens cantores da ESML, integrando-se num trabalho profissional tomando contacto com todas as problemáticas da montagem de uma ópera de repertório completa e também tomando contacto com a ópera contemporânea, enfrentando assim os novos desafios colocados aos cantores de ópera.
Por outro lado, o projecto pretende também apoiar jovens compositores que têm manifestado interesse crescente em contribuir para a escrita de ópera, ao mesmo tempo que encaram essa escrita como uma verdadeiro trabalho de investigação.

O facto de neste momento em Portugal não existir uma temporada de ópera e só se fazer ópera no Teatro Nacional de São Carlos ou numa apresentação esporádica aqui ou ali dentro do país, só por si justifica a pertinência deste projecto; contudo ele surge também pela vontade de aprofundar a investigação nesta área no ensino superior, no contexto do trabalho de investigação desenvolvido na ESML-IPL.

Sabendo que os recursos serão reduzidos, recorremos principalmente às qualidades técnicas e artísticas de todos os intervenientes para a execução do mesmo e aos meios que o projecto poderá fornecer no que respeita a figurinos, adereços ou outros elementos cénicos.

As principais questões a tratar neste projecto são sobretudo investigar a possibilidade de apresentar dois espectáculos com recurso a poucos meios levando os alunos de canto a utilizar a sua técnica de representação ao máximo para serem credíveis durante a performance.

Na área da Composição pretende-se que exista uma reflexão prévia, que procure colocar novas perguntas sobre a escrita para ópera hoje, ao nível da relação da escrita musical com o libreto, ao nível da interpretação vocal e das várias especificidades do trabalho com os cantores e ao nível da relação com as novas tecnologias, tanto na performance como na composição propriamente dita.
Pretende-se, assim, que a apresentação pública destas óperas seja uma nova resposta prática a estas problemáticas.

 

Data da última alteração: terça, 20 novembro 2018 14:19
voltar ao topo