Main menu
Carlos Caires

Carlos Caires

Carlos Caires (n. 1968) diplomou-se em composição na Escola Superior de Música de Lisboa (com Constança Capdeville e Christopher Bochmann).  Completou seguidamente o Doutoramento na Universidade de Paris8, sob orientação de Horacio Vaggione,  com uma bolsa da Fundação para a Ciência e Tecnologia.


Foi professor em vários conservatórios da área de Lisboa (entre 1988 e 1991) passando a leccionar a partir de 1992 na Escola Superior de Música de Lisboa.
Paralelamente ao curso de composição, Carlos Caires frequentou diversos cursos de verão de direção coral e de Orquestra, em Portugal e no estrangeiro.
A sua musica tem sido apresentada em diversos festivais na Europa e na Ásia. Em Portugal no festival Dos 100 Dias/Expo'98, Música Viva  2003, 2006 e 2008, no festival d’Estoril  2004, de Leiria e no ciclo Música Portuguesa Hoje-CCB ambos em 2008 ; no Reino Unido, no Atlantic Waves Festival 2004 ; na Alemanha, no Festival de Dresden e no Berliner Festspiele em 2005 e 2008 ; na China, Semana Internacional de Música Electroacústica de Xangai, em 2009.
Recebeu em 1995 o Prémio Joly Braga Santos com a obra Al Niente, em 1996, o Prémio Claudio Carneyro com a obra Wordpainting, e em 1998, o Prémio ACARTE  (em ex-equo com o João Madureira) com a obra Retábulo-Melodrama.
Como investigador, Carlos Caires desenvolve o software de micromontagem sonora IRIN, um projecto iniciado durante o seu doutoramento no CICM (Centre de recherche Informatique et Création Musicale na Universidade de  Paris8 ) e continuado no CITAR.
Presentemente, Carlos Caires vive em Lisboa e ensina na Escola Superior de Música de Lisboa.

URL do Sítio:

Estudos de Jazz: interpretação, teoria e ensino | Jazz Studies: interpretation, theory and education

Apresentação

O jazz tem desempenhado, ao longo do século XX e XXI, um papel culturalmente determinante (Levine 1989; Gabbard 2003). O seu alcance extravasa largamente o universo da música e os Estados Unidos, país onde se desenvolveu a partir do início do século XX (Levine 1997; Nicholson 2005, Whyton 2012). De facto, tem sido alvo das mais variadas representações não só sonoras, como também nos domínios do cinema, fotografia, literatura, linguagem, vestuário, arte gráfica, entre muitas outras. Em Portugal e no estrangeiro, constitui um prisma fundamental na procura de novas interpretações do passado, do presente e do futuro (Pinheiro 2011, 2015; DeVeaux 1991; Berliner 1994; Monson 1996).
No nosso país, tem-se assistido na última década e meia à proliferação veloz de cursos superiores, escolas, festivais, concertos, jam sessions, publicações, edições fonográficas, sítios de internet, blogues, e até de programas de rádio sobre jazz.
Torna-se, pois, fundamental estudar as mais variadas formas de como o jazz tem acompanhado as transformações no nosso país e no mundo, uma vez que este opera não só enquanto reflexo das sociedades nas quais se insere, como também enquanto agente envolvido activamente na sua transformação (Pinheiro 2015).
A natureza híbrida e dialógica do jazz, facilmente adaptável aos mais variados contextos estéticos, sociais e culturais, tem servido enquanto modelo privilegiado para a cultura contemporânea, sendo um dos principais exemplos do diálogo transcultural e da interacção disciplinar que a sociedade globalizada hoje exige (Reimann 2013; Pinheiro 2012; Jackson 1998, Nicholson 2005).
Torna-se então fundamental desenvolver o estudo interdisciplinar do jazz em Portugal e no estrangeiro, enquanto consequência do seu processo de disseminação e globalização. A investigação sobre jazz e suas manifestações pressupõe o contacto com todo um conjunto de materiais e discursos, nomeadamente performativos, históricos, teóricos, musicais, pedagógicos, literários, discográficos e bibliográficos.

Propomo-nos assim examinar o jazz nas suas vertentes teórica, performativa, pedagógica, social, e histórica, à luz dos paradigmas actuais da Performance e das Ciências Musicais. Estas vertentes não se encontram hermeticamente fechadas. Muito pelo contrário. Por se encontrarem estritamente ligadas entre si, o objectivo será o de realizar investigação não só necessariamente de carácter multidisciplinar, como também de carácter abrangente dentro do universo dos Estudos de Jazz.
Para este efeito, iremos contar com investigadores, músicos e pedagogos portugueses e estrangeiros, procurando também estabelecer parcerias com instituições nacionais e internacionais ligadas ao jazz.

Objectivos

O principal objectivo deste projecto de investigação será estudar o jazz a partir de abordagens multidisciplinares utilizando enquanto elemento fundamental para atingir este propósito, a combinação entre o conhecimento e capacidades de investigadores, pedagogos, músicos e alunos (ligados a diferentes ciclos de estudos) nacionais e internacionais.

Resultados

Propomo-nos a organizar e registar em formato áudio e vídeo um conjunto de actividades de carácter artístico, científico e pedagógico ligados ao campo dos estudos de jazz, nomeadamente: 

  • Masterclasses/Workshops sobre Performance do Jazz e Improvisação
  • Conferências/Palestras sobre Estudos de Jazz
  • Concertos/Recitais/Performances com artistas e pedagogos estrangeiros e nacionais.
  • Elaboração de uma exposição sobre a história do Cascais Jazz [evento adiado para data a anunciar devido à pandemia do Covid-19]
  • Gravação dos eventos em formato áudio e vídeo e sua publicação no site de investigação do CESEM/Pólo do IPL-ESML
  • Apresentação dos resultados no Encontro da International Association of Schools of Jazz em Julho de 2020 [evento adiado para data a anunciar devido à pandemia do Covid-19]

 


 

Presentation

Jazz has played a culturally determinant role throughout the 20th and 21st centuries (Levine 1989; Gabbard 2003). Its reach goes far beyond the world of music and the United States, a country where it developed from the beginning of the 20th century (Levine 1997; Nicholson 2005, Whyton 2012). In fact, it has been the target of the most varied representations not only of sound, but also in the fields of cinema, photography, literature, language, clothing, graphic art, among many others. In Portugal and abroad, it is a fundamental prism in the search for new interpretations of the past, the present and the future (Pinheiro 2011, 2015; DeVeaux 1991; Berliner 1994; Monson 1996). 
In our country, in the last decade and a half, there has been a quick proliferation of higher education programs, schools, festivals, concerts, jam sessions, publications, phonographic editions, websites, blogs, and even jazz radio programs. It is therefore essential to study how jazz in many ways has accompanied the transformations in our country and in the world, since it operates not only as a reflection of societies in which it occurs, but also as an agent actively involved in its transformation (Pinheiro 2015).


The hybrid and dialogical nature of jazz, easily adaptable to the most varied aesthetic, social and cultural contexts, has served as a privileged model for contemporary culture, being one of the main examples of the cross-cultural dialogue and disciplinary interaction that globalized society requires today (Reimann 2013; Pinheiro 2012; Jackson 1998, Nicholson 2005). It is then essential to develop the interdisciplinary study of jazz in Portugal and abroad, as a consequence of its process of dissemination and globalization. Jazz research and its expressions presuppose contact with a whole range of materials and speeches, namely performative, historical, theoretical, musical, pedagogical, literary, discographic and bibliographical.

Thus, we propose to examine jazz in its theoretical, performative, pedagogical, social, and historical aspects, in the light of the current Musicological and Performative paradigms. These strands are not hermetically closed. Quite the opposite. As they are strictly linked together, the objective will be to carry out not only multidisciplinary research, but also comprehensive investigation within the universe of Jazz Studies. For this purpose, we will count on Portuguese and foreign researchers, musicians and pedagogues and seek to establish partnerships with national and international institutions related to jazz.

Aims

The main objective of this research project is to study jazz from multidisciplinary approaches using, as a fundamental component, the combination of the knowledge and skills of national and international researchers, pedagogues, musicians and students (associated with different study cycles).

Outcomes

We propose to organize and audio/video record a set of artistic, scientific and pedagogical activities related to the field of jazz studies, namely:

  • Masterclasses / Workshops on Jazz Performance and Improvisation
  • Conferences / Lectures on Jazz Studies
  • Concerts / Recitals / Performances with foreign and national artists and educators.
  • Host an exhibition on the history of Cascais Jazz [event postponed to a date to be announced due to the Covid-19 pandemic]
  • Record the events in audio and video format and publish the materials on the CESEM / IPL-ESML research site
  • Present the results at the International Association of Schools of Jazz Meeting in July 2020 [event postponed to a date to be announced due to the Covid-19 pandemic]

 

References/Referências

Berliner, Paul. 1994. Thinking in Jazz: The Infinite art of Improvisation. Chicago. The University of Chicago Press.
DeVeaux, Scott. 1991. Constructing the Jazz Tradition: Jazz Historiography. Black American Literature Forum, 25(3), 525-560.
Gabbard, Krin. 2003. The word jazz. In Cambridge companion to jazz, eds. Mervyn Cooke & David Horn, 1-6. London: Cambridge University Press.
Jackson, Travis A. 1998. “Performance and Musical Meaning: Analysing “Jazz” on the New York Scene”. Tese de Doutoramento, Columbia University.
Levine, Lawrence W. 1989. “Jazz and American Culture”. Journal of American Folklore 102, no. 403:6-22.
Levine, Lawrence W. 1997. The Opening of the American Mind: Canons, Culture, and History. Boston: Beacon Press
Pinheiro, Ricardo. 2012. Jazz Fora de Horas: Jam Sessions em Nova Iorque. Lisboa: Universidade Lusíada Editora.
Pinheiro, Ricardo. 2015. “Playing Out Loud: Jazz Music and Social Protest”. Journal of Music and Dance 5 (1): 1-5.

 

Actividades do Projecto | Project Activities

Think of Jazz de Jesus Santandreu: As relações rítmicas como elemento estrutural da obra. Desafios…

Resumo

Tendo como ponto de partida a obra Think of Jazz de Jesus Santandreu, apresentada pela Orquestra de Sopros da Escola Superior de Música de Lisboa no seu programa temático Jazzy Winds IV, o presente artigo pretende demonstrar a importância que assumem as relações rítmicas na obra e como estas podem ser abordadas na perspectiva performativa do maestro.
Serão apresentadas breves reflexões sobre as problemáticas associadas à prática de uma linguagem mais jazzística por músicos da área erudita e abordadas as questões interpretativas como desafio do maestro, numa estreita relação com a partitura de uma obra.

Palavras-chave: orquestra de sopros, jazz, Jesus Santandreu, relações rítmicas, número 5.

Ilusão Rítmica: Composição, Performance e Improvisação no Contexto do Jazz Contemporâneo

Abstract

Através do presente trabalho pretendo debruçar-me sobre o conceito de ilusão rítmica, aplicado à composição e improvisação no contexto do jazz e da música improvisada. Em traços gerais, defino ilusão rítmica como a falsa percepção da pulsação, métrica, andamento ou qualquer outra componente rítmica de uma peça por parte de quem a ouve. 

Esta investigação encontra-se dividida em duas partes: um breve enquadramento do conceito de ilusão rítmica e a análise detalhada de 3 composições criadas para este projecto artístico e da aplicabilidade dos mecanismos de ilusão rítmica nas mesmas.
O processo de pesquisa incluiu a análise de obras literárias sobre ritmo na música e também sobre a história do jazz, assim como a audição de discos de jazz nos quais é desenvolvido o conceito de ilusão rítmica.
Como resultado da pesquisa efectuada surgiram composições originais para piano, contrabaixo e bateria, através das quais pretendo explorar novas abordagens rítmicas não só em contexto composicional como também em situação de performance e improvisação.

Keywors: rhythm, composition, improvisation, contemporary jazz, piano, trio

Mel Lewis in the Context of the History of Jazz

Abstract

The main purpose of the conference held by Prof. Eric Ineke (Royal Conservatory at The Hague) at Escola Superior de Música de Lisboa in November 5th, 2019, was to discuss and share material on the impact of drummer Mel Lewis (1929-1990) in the context of the history of jazz.
According to Prof. Ineke: “his contribution to the music was the fact that he was able to create a small combo feel within the context of a big band. There was always interaction with the solists and the rhythm section, like a small combo, which was not common before in big bands like Count Basie, Woody Herman and Duke Ellington’’.

Keywords: Mel Lewis, drums, swing, big band, jazz

Lullaby #4: Approaches to Adapting Traditional Brazilian Folk Melodies as the Springboard to Composing Original…

Abstract

The original lullaby melody from Brazilian folk repertoire is the unifying element that brings the development of the piece and its form together, from the first introduction of a fragment, to the climax, where it is finally played in its entirety. This article analyzes some of the compositional elements that were used in Lullaby #4, such as modal harmonies, pan-diatonic voicing textures, polychords, polyrhythmic structures, metric-modulations, jazz, pop, and Latin rhythmic influences, as well as odd meter treatments of traditional rhythms, cross-sectional and layered orchestrations, while also discussing featuring two improvised solos by members of the ensemble. The different elements of the piece are analyzed as they happen in real time, in order to match the video performance, and illustrate the piece’s organic development. Specific performance and conducting elements are also addressed as part of, as well as influencing the overall performance outcome.

 Keywords: Lullaby#4, big band, large ensemble, brazilian jazz

Improvisation Masterclass with the Sara Serpa Trio: “Close Up”

Abstract

The main purpose of the masterclass conducted the Sara Serpa Trio at Escola Superior de Música de Lisboa in October 17th, 2019, was to discuss the creative process behind the performance of voice, cello and saxophone trio. The masterclass focused on playing a selection of original compositions with emphasis on developing musical interaction. Sara Serpa (voice), Ingrid Laubrock (saxophone) and Erik Friedlander (cello) also discussed the sources of inspiration that frame the trio compositional and improvisational processes.

Keywords: composition, voice, rhythm, harmony, melody, interaction, improvisation, jazz

Improvisation workshop with Benny Lackner

Abstract

The main purpose of the Masterclass held by jazz pianist Benny Lackner at Escola Superior de Música de Lisboa in October 24th, 2019, was to discuss and apply the concepts of composition, solo development, rhythmic clarity, polyrhythms, harmonic approaches, melodic lines, influences, interaction, and listening in the context of improvisation. 

The workshop focused on playing a selection of original songs and standards with emphasis on developing improvisational skills using polyrhythmic ideas, harmonic and melodic approaches that Lackner have worked on. Listening to other musicians and finding the balance between giving others enough room and having a strong presence without being overbearing was also one of the main topics of workshop. Benny Lackner also discussed his influences and showed a few examples of what has inspired him to write certain compositions.

Keywords: composition, solo development, rhythm, polyrhythm, harmony, melody, interaction, improvisation, jazz

Estúdios, Prelúdios e Valsas: Um ensaio composicional sobre a poética do violão

Abstract

Este projecto de investigação artística tem como proposta a elaboração, documentação e análise de uma série de oito composições produzidas a partir do idiomatismo do violão. Foi realizada pesquisa e análise de obras de compositores violonistas que recorreram ao idiomatismo para a elaboração de suas peças, explorando as possibilidades idiomáticas do instrumento e suas possíveis relações com as técnicas de composição. Dos compositores que serviram de referência à elaboração do material original aqui produzido destacam-se Heitor Villa-Lobos, Dilermando Reis, Garoto e Guinga. Os elementos idiomáticos encontrados considerados mais significativos serviram de base para a construção das composições. O trabalho conta também com a análise das peças criadas, focando-se especialmente nos recursos idiomáticos aplicados.

Keywords: idiomatismo minstrumental, violão, guitarra, Heitor Villa-Lobos, composição, jazz

 

 

Projecto Financiado por IDI&CA - Projetos de Investigação, Desenvolvimento, Inovação e Criação Artística

 

Ler a Continuação...
Subscribe to this RSS feed